Nossa História

A Faculdade Cristã de Curitiba se insere dentro da visão social e educacional sonhada pela Igreja Evangélica Assembleia de Deus desde sua inserção em Curitiba. Para melhor atender a capacitação dos líderes que atuam nas suas diferentes congregações, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Curitiba fundou em novembro de 1990 a AEIEADC – Associação Educacional Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Curitiba.

A partir de 1991 a AEIEADC inicia suas atividades educacionais no ensino teológico com uma instituição denominada FATADC – Faculdade Teológica da Assembleia de Deus em Curitiba . Embora tivesse a denominação de Faculdade, durante este tempo ofereceu somente cursos livres. Em 23 de dezembro de 2009, através da Portaria nº 1219, a FATADC foi credenciada junto ao MEC e em 08 de fevereiro de 2010, através da Portaria nº 137 o seu curso de Bacharelado em Teologia foi autorizado pelo Ministério da Educação, abrindo suas primeiras turmas em julho de 2010.

No dia 07 de abril de 2012, a mantenedora alterou seu Estatuto e mudou o nome da IES para Faculdade Cristã de Curitiba – FCC, oficializado pela Portaria nº 252, da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, de 5 de junho de 2013, publicada no Diário Oficial da União em 06/06/2013.

Visão

A Visão da Faculdade Cristã de Curitiba é desenvolver ensino de qualidade, gerar e transmitir conhecimentos e interagir com a comunidade visando seu benefício, através de ações religiosas, educacionais e sociais.

Missão

A Missão da Faculdade Cristã de Curitiba é desenvolver um ensino de qualidade, formando pessoas aptas a gerar e transmitir conhecimentos, capazes de agir em prol da Sociedade Brasileira através de ações religiosas, educacionais e sociais, contribuindo cada vez mais para que alcancemos uma sociedade mais justa, inclusiva e cidadã. A Faculdade Cristã de Curitiba está consciente de sua responsabilidade de formar pastores e teólogos críticos e reflexivos, capazes de compreender a dinâmica do fato religioso que perpassa a vida humana em suas várias dimensões, fomentando o diálogo científico e interdisciplinar, bem como, a partir pluralidade cultural e religiosa de nosso país, promover o conhecimento e o diálogo com as diferentes correntes teológicas.

Objetivos

a) Estimular a criação cultural e o desenvolvimento do espírito científico e do pensamento reflexivo;

b) Formar diplomados nas diferentes áreas de conhecimento, aptos para a inserção em setores profissionais e para a participação no desenvolvimento da sociedade brasileira, e colaborar na sua formação contínua;

c) Incentivar o trabalho de pesquisa e investigação científica, visando ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia e da criação e difusão da cultura, e, desse modo, desenvolver o entendimento do homem e do meio em que vive;

d) Promover a divulgação de conhecimentos culturais, científicos e técnicos que constituem patrimônio da humanidade e comunicar o saber através do ensino, de publicações ou de outras formas de comunicação;

e) Suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional e possibilitar a correspondente concretização, integrando os conhecimentos que vão sendo adquiridos numa estrutura intelectual sistematizadora do conhecimento de cada geração;

f) Estimular o conhecimento dos problemas do mundo presente, em particular os nacionais e regionais, prestar serviços especializados à comunidade e estabelecer com esta uma relação de reciprocidade;

g) Promover a extensão, aberta à participação da população, visando à difusão das conquistas e benefícios resultantes da criação cultural e da pesquisa científica e tecnológica geradas na instituição.